Giovanna Ewbank fala da rotina em isolamento: “Acho que nunca trabalhei tanto”

Gio veste blusa e calça acervo pessoal . Titi e Bless usam roupas de acervo pessoal (Foto: Fotos Bruno Gagliasso)

 

 

Minha conversa com Giovanna Ewbank estava marcada, a princípio, para ser feita em sua casa no Rio, onde me receberia para falarmos sobre amor, trabalho, família, gravidez. Quando mudamos os planos, temi pelo resultado – com duas décadas de experiência no jornalismo, sei que o contato pessoal importa, e muito, em uma entrevista profunda como esta. Mas os tempos são outros, e pela primeira vez não achei que a distância física importou – porque, no final, nos conectamos de verdade: eu da minha casa, com meus gêmeos de 4 anos pulando em meu pescoço; e ela da sua, com Titi e Bless aparecendo de dez em dez minutos para tirar dúvidas sobre lições de casa.

Conheço Giovanna há quase 15 anos. Minha primeira entrevista com ela (e talvez nem ela se lembre disso) foi para a revista Joyce Pascowitch, quando começava na televisão, em Malhação. Apesar de ter se tornado uma superstar de lá pra cá, a essência pouco mudou. Embora hoje seja uma mulher mais assertiva, confiante e extrovertida, Giovanna segue sendo gentil, sorridente e cheia de energia (fora o vozeirão, que não mudou nada). Olha nos olhos enquanto conversa, se permite emocionar, principalmente quando fala dos filhos, e tem verdadeira paixão pelo que faz. Não tem o menor pudor ao falar de sua transição da TV para o YouTube – seu canal, Gioh, é sucesso de público e patrocinadores, com quase 4 milhões de inscritos. Emprega 30 pessoas e continua trabalhando a todo vapor, mesmo isolada, produzindo conteúdo semanal com o apoio de Bruno, que participa das gravações como marido/câmera/diretor. É sobre essa faceta empreendedora que começamos nossa conversa, que inclui também detalhes sobre a maternidade tripla, família, isolamento e racismo. Confira, a seguir, os melhores momentos de nosso bate-papo sincero – e, muitas vezes, emocionante.

Gio veste malha e bota acervo pessoal. Vestido Dior. Bless veste acervo pessoal  (Foto: Fotos Bruno Gagliasso)

 

 

YouTuber, sim

“Muitos canais do YouTube são feitos por um público bem jovem, é outra linguagem. Venho da televisão, então tive de me adaptar. Descobri ao longo do tempo o que funcionava e o que não. Fazia as entrevistas em momentos em que estava confortável, dei tempo ao tempo, não me atropelei. Era a minha própria chefe. A transição foi há três anos, tinha acabado de me tornar mãe da Titi, e decidi sair do Vídeo Show [onde trabalhava como apresentadora] para ficar mais com ela. Precisava desse tempo para mim, para minha família. Queria entender esse amor, e que ela se sentisse segura, bem na minha casa. Dediquei esse período à gente. Só que, ao mesmo tempo, tinha acabado de descobrir uma profissão que amava, fiquei com medo de perder o jeito. Conversando com o Bruno, falei: ‘Cara, acho que vou fazer um canal. Porque se ficar só em casa vou perder o gancho e deixar esfriar’. Nos momentos em que estava tranquila, em que a Titi estava na escola, fazia as entrevistas. Fiz a primeira com o Bruno, sem muita pretensão, e estourou, teve mais de 1 milhão de visualizações em dois dias. Levei um susto: ‘Ih, gente, vou ter que continuar agora que deu certo’.”

Dona de si

“Hoje tenho contrato com 11 marcas (incluindo Swarovski e Neutrogena, entre outras). Tenho uma equipe e um empresário, mas tudo sempre passa por mim. A decisão final é minha. O canal também recebe propostas de publicidade, mas não faço muito. As pessoas ainda não interagem bem com esse tipo de publicidade no YouTube, então escolho de forma seletiva. No Instagram as pessoas estão acostumadas, no YouTube nem tanto. Nessa época de pandemia, em que a nossa audiência aumentou, estamos recebendo propostas de várias marcas. Tem algumas que são ótimas financeiramente, mas não têm a ver com o momento do mundo. Então não faço. Meu critério é: tem a ver comigo? Com o que falo? Faz sentido? Se sim, ótimo.”

A “nova” TV

“Fiquei muito feliz de ter apresentado o The Circle [reality show da Netflix, que estreou este ano], porque é o tipo de produto que consumo. Sou louca por Netflix, é muito bacana poder participar de uma programação que não sai da minha TV. O The Circle tem a ver com o universo das redes sociais, que é muito familiar pra mim. É um programa bem atual e diferente dos realities que tenho acompanhado. Estamos conversando sobre uma segunda temporada, embora não tenha nada fechado ainda. Mas para além da minha carreira como apresentadora, na qual me sinto muito confortável, sempre vou amar atuar, principalmente no teatro. Sou atriz e sempre vou ser. Só não me vejo mais fazendo novelas.”

Trabalho na quarentena

“Acho que nunca trabalhei tanto. Consegui estabelecer uma rotina aqui em Secretário (Rio de Janeiro): tem hora pra acordar, hora pra gravar, hora pra escola das crianças (que entram on-line com as professoras), hora pra lição de casa. E tenho gravado como nunca, mas em esquema de home office. Aqui no sítio estamos apenas eu, o Bruno, as crianças e o Danilo, que é meu amigo e colaborador. Filmamos daqui, mandamos pra equipe editar e subir – estão todos de home office. Gosto muito de trabalhar com o Bruno. Mesmo quando a gente não trabalha diretamente, o fazemos indiretamente. Desde sempre bato texto com ele, ele bate comigo, a gente estuda juntos, vê quais são as melhores possibilidades. Nos damos bem independentemente da função: diretor, ator, fotógrafo… Ele é sensível, se joga de corpo e alma, é bonito de ver. Também é controlador [risos]. Nunca vai fazer alguma coisa que não possa ter total controle, da maneira que acredita Mas é por isso que as coisas com ele dão tão certo.”

Fotos em família

“Nós viajamos muito, e o Bruno adora me fotografar. Ele tem um olhar sobre mim que é diferente do de um fotógrafo ou fotógrafa profissionais. Ele entende qual é o olhar que gosto, o melhor ângulo… Parece que vê através de mim, sabe? Quando surgiu a oportunidade dele fazer as nossas primeiras fotos em família, com as crianças, para a Marie Claire, ele ficou tão emocionado e tão feliz, só pensava nisso o dia inteiro. Foi um momento muito especial pra gente.”

Isolamento social

“Encontrei a Fê [Paes Leme, atriz] depois que ela voltou de um casamento na Bahia, onde foi infectada com o coronavírus [Fernanda se contagiou na cerimônia da influenciadora Marcela Minelli, em que também adoeceram Gabriela Pugliesi, irmã da noiva, e a cantora Preta Gil, entre outros convidados. Hoje está curada]. Nos vimos no aniversário de um amigo em comum antes. Uma semana depois veio o diagnóstico, minha família ficou desesperada. Dispensamos os funcionários e ficamos 12 dias trancados em casa. Como ninguém teve sintomas, fomos para a serra. Sei do enorme privilégio que é poder fazer isso, uma realidade muito diferente da maioria dos brasileiros. Por conta da gravidez, minha situação é complexa, tive que desmarcar exames superimportantes, no meio do pré-natal. Fiquei com muito receio, ansiedade. A sorte é que já havia feito o ultrassom morfológico [na 24ª semana, que mapeia o desenvolvimento do bebê]. Estamos no meio do mato, distante do caos, de gente, sem contato algum. Aqui tem jardim, árvore, espaço pras crianças. Isso me deu um pouco mais de segurança, mas fico aflita ao assistir ao Jornal Nacional todas as noites. É imediato o medo, a vontade de chorar. Fora a saudade da família. Minha mãe e meu pai, que são grupo de risco pois têm mais de 60 anos, estão em São Paulo, confinados. Meu irmão, que é diabético tipo 1, também. Adoraria estar com eles neste período da gestação, mas infelizmente não dá.”

Mudanças no corpo

“A barriga demorou pra aparecer e foi só agora, perto da 27ª semana, que comecei a sentir o bebê mexer. Demorou! E faz diferença, né? É muito gostoso. Estou redescobrindo tudo, não imaginei que fosse gostar tanto de ficar grávida, que fosse ter esse amor pelo meu corpo novo. Tenho conseguido me exercitar um pouco, feito caminhada e meditado no jardim. Essa hora pra mim é fundamental: momento de parar, respirar, pensar. Ia fazer um curso de gestantes no Rio, mas talvez agora comece on-line. Quero me preparar para o parto normal, mas sem fixação. Se rolar, ótimo. Se não der, não tem problema. A mesma coisa com a amamentação.”

Direção de fotografia: Bruna Castanheira (Groupart) | Moda: Ana Wainer | Styling: Giovanna Ewbank | Consultoria de beleza (remota): Cleide Araújo com produtos Lancôme, M.A.C, Keune | Produção de moda: Manu Fiães | Assistente de moda: Danillo Bandeira | Produção-executiva: Vandeca Zimmermann | Tratamento de imagem: Bruno Rezende | Agradecimento: 3T Locadora de Equipamentos

Agencias de Modelos

Agencias de Modelos
Agencias de Modelos do Brasil – VEJA
Agencias de Modelos – CARAS FASHION
Melhor Agencia de Modelos – MAJOR MODEL
Ranking Agencias de Modelos
Ranking Agencias de Modelos do Brasil
Melhor Agência de Modelos do Brasil, Major Model
Agencias de Modelos Sao Paulo
Agencias de Modelos e Manequins

MAJOR MODEL

Major Model melhor agencia de modelos
Major Model eleita a melhor agencia de modelos do Brasil
Major Model é uma boa agencia de modelos?
Major Model site oficial
Major Model Brasil no Linksweb
Major Model agencia de modelos e manequins
Major Model se destaca em desfiles da temporada de moda no Brasil
Major Model Brasil VEJA FASHION
Major Model Brasil Noticias sobre esta agencia de modelos
Major Model Brasil – Marcio Kiss
Major Model Brasil veja sobre esta agencia de modelos no SPFW
Major Model Brasil no CIMSI
Major Model Management Instagram
Major Model Brasil
Major Model Brasil fecha parceria milionaria com grupo frances
Major Model Brasil – MF Composites
Major Model Agency
Major Model Brasil Canal Oficial do You Tube
Major Model Pagina do Linkedin da agencia Major Models
Major Model Canal no Vimeo
Major Model – Saiba tudo sobre a Major Model Brasil
Major Model Pagina do Twitter da Major Model Brasil
Major Model Brasil no 3ICAP
Major Model Brasil no Anuario do Governo
Major Model Brasil no Pinterest
Major Model Brasil no Tumblr
Major Model Brasil, essa agencia de modelos esta no Grover-Fashion
Major Model no Hubblo
Major Model Brasil é a melhor agencia de modelos
Major Model Brasil notícias no Tumblr
Major Model melhor agencia de modelos no Incirclefans
Major Model Agencia de Modelos e Manequins – Site Oficial
Agencia de Modelos Major Model Brasil
Major Model Brasil, modelo da agencia Major em campanha para Hugo Boss
Major Model Brasil na Neoplanos
Major Model é a melhor agencia de modelos do Brasil

Go Network
Alvaro Paes Fashio
Sweetyus
Modelos
Estilo Quem
Dani Motzuo